terça-feira, 14 de junho de 2016

A nação do futuro


Hoje me deparo com uma placa, propaganda eleitoral, que dizia, "São Vicente, a cidade do futuro". Aí me lembro daquela frase "Brasil, o país do futuro". Mas que futuro? O que é futuro para você? Nosso futuro foi roubado justamente pelos políticos e governantes do nosso Brasil.

O Brasil não está mais na lista de países com mais pessoas na miséria, dizem as estatísticas. Mas o que é miséria pra você? Quem determinou às estatísticas o que é a miséria? Miséria pra mim é um pai de família trabalhar duro um mês inteiro e ganhar uma quantia que mal dá para fazer uma compra do mês, tendo esposa e filhos para alimentar. Esse pai de família, pelas estatísticas, é considerado classe média para o governo. Sim, para o governo. Aquele sujeito que ganhou seu voto, confiando que iria fazer algo de bom para você, que ganha um salário equivalente a um carro por mês mais benefícios, acha que você ganha bem. Porém, não saberia mais viver com um salário igual ao pai de família.

Nosso país tinha de tudo para crescer, boas relações internacionais, petróleo, mão de obra, entre outros, mas nós só afundamos. Sabe o que me deixa mais triste? Alguém tentar defender algum político dizendo que esse ou aquele é honesto. Acredito que seja, mas será que ao chegar no poder vai continuar? A culpa é deles? Então, vamos responder essa última pergunta com outra pergunta: O que você faria se pudesse escolher seu próprio salário, mas sem ter autoridade pra aumentar o salário do pai de família citado? Se você pensou, está respondido.

É muito fácil dizer que você pode fazer seu próprio futuro, quando de fato você pode. Mas então quem vai fazer o futuro do nosso país? Fica aí uma pergunta sem resposta e mais uma reflexão para todos nós.


quinta-feira, 19 de maio de 2016

Megafirmination

A palavra que não tinha resultados no Google... Agora tem.

 



quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Desktop do blogueiro - Ubuntu 12.04

 clique para ampliar

Olá novamente :)
Depois de um longo tempo sem postagens, aqui estou novamente, desta vez para atualizar a seção das minhas desktops.

Pra quem só usa Windows não tá entendendo nada a foto. Muahahaha.
Pois é, abandonei o Windows já há um certo tempo, acredito que mais de um ano e meio. O sistema que utilizo agora é o Ubuntu (pronuncia-se Ubuntú), a versão de Linux mais popular.

Esta nova versão se assemelha muito mais a um Mac do que um rWindows: barra superior com os menus arquivo, ferramentas, etc; e os atalhos em uma barra (neste sistema chamado HUD do Unity) e os aplicativos abertos indicados na mesma com umas setas » « ao lado.

Quanto aos arquivos que aparacem na desktop, tratam-se de documentos base para trabalhos da faculdade (se você não se interessa por processos mecânicos, melhor não pesquisar do que se trata trefilação ;P )

O plano de fundo baixei no Dizorb.
Há muitos planos de fundo incríveis por lá. Não posto o nome do wallpaper que uso para vocês não me copiarem.

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Como Criar Uma Nuvem de Palavras Aleatórias

Quem nunca viu aquele monte de palavras amontoadas em um blog ou site e sempre achou legal, imaginando as próprias palavras na nuvem. As utilidades são muitas, publicidade, texturas, camisetas, papel de parede.

Então vamos começar. Clique no link abaixo:
http://www.wordle.net/create

Lá vão aparecer algumas opções.

"Paste in a bunch of text:" Use este campo para digitar sua próprias palavras. Recomendo muita criatividade para usar este campo.

" " Ér... digite o link do seu site ou blog, desde que tenha algum Feed. Se você usa blogger fique tranquilo que você tem isso.

" " Este último é para quem tem conta no del.icio.us, use seu nome de tela ou login.

Depois pressione "Go" ou "Submit" abaixo do campo que você utilizou. Você vai receber um link pessoal para deletar sua nuvem da web e um link para colar em seu blog ou site!

Eu criei um com o link do meu blog, confira:


Wordle: Bolsa Mágica 


Vi no blog do Robin

quinta-feira, 10 de março de 2011

Over The Rainbow Instrumental - O Mágico de Oz

Não gosto muito de fazer posts pessoais,mas como esse blog já estava mais do que abandonado,vale tudo para ressucitar.

O Vídeo a seguir sou eu (Felipe Felix), tocando, ainda que muito mal, um dos clássicos do filme O Mágico de Oz, de 1939. É uma das canções mais famosas de sua época e fala de um mundo imaginário, onde tudo seria perfeito e não haveria violência.
 

A Bolsa Mágica de Felix Creative Commons © 2009 Black Nero is Designed by Ipietoon Sponsored by Online Business Journal